HAIRDRAMA

Monthly Archive: abril 2014

quarta-feira

30

abril 2014

0

COMMENTS

Garota propaganda. Hairdrama ao longo dos trabalhos.

Written by , Posted in LOOKS

Julia _ A Gaivota_1_Fotor_Collage

Por Julia Lund

Estava aqui pensando como o meu cabelo mudou de uns tempos pra cá. Não foi nem tanto a cor, que também mudou, mas o aspecto mesmo. Tipo, sempre tive muito cabelo e ele era super encaracolado, lembro que minha mãe e meu pai sempre cantavam  pra mim “Leãozinho” (Caetano Veloso) e “Debaixo dos caracóis dos seus cabelos” (Robero Carlos e Erasmo Carlos) e durante a infância alimentei a idéia de que essas músicas tinham sido feitas para mim… hahahaha doce ilusão. Quem dera ser musa de Caetano! Mas o fato é que já faz tempo que não tenho juba e nem caracóis, para a minha tristeza. Acho que a coisa começou a desandar quando pintei pela primeira vez o cabelo, foi para fazer a novela Angolana “Minha Terra, Minha Mãe”. A personagem se chamava Karina, era a vilã da história, daquelas que matam seus inimigos e no final da novela morre envenenada sozinha num quarto de hotel. A cor era um loiro com mechas platinadas. Nessa época, eu fazia muita escova e cheguei a fazer aquelas escovas progressivas algumas vezes. Foi o início do meu desastre capilar. Depois desse trabalho, consegui voltar a usar minha cor natural, mas os cachos diminuíram drasticamente. E a sensação que eu tenho é que meu cabelo ficou com menos volume. Coloco a culpa nas progressivas e na descoloração. Só voltei a mexer na cor para a série Do Amor, quando pintei de ruivo. Mas aí meu cabelo já estava mais ralo mesmo. Depois pra tirar o ruivo foi um horror, fiquei com o cabelo amarelo gema e só sosseguei quando fiz um platinado lindo em Paris (chique). Fiz vários trabalhos com essa cor de cabelo, por incrível que pareça. É uma cor difícil, principalmente para publicidade, acho que é uma cor que não passa tanta credibilidade, rs. E agora voltei a pintar de ruivo pra segunda temporada de Do Amor, e assim estou. Também acho que o ruivo não é fácil pra trabalho, é muito específico, não é comum, sabe? Tipo: gente como a gente; e para publicidade isso é importante. Apesar disso, já fiz duas campanhas com esse cabelo. Bom, para provar o que eu estou dizendo, e que sim, eu tive muito cabelo, fiz um mural de fotos para mostrar essa passagem de tempo e também um pequeno clipe  com 5 comerciais que mostram as diferenças (em todos esses eu implico com o meu cabelo, não gosto dele em nenhum). Ps: Esse post está meio auto referente demais, mas enfim, espero que não esteja chato de ler  e ver :)

Julia _ A Gaivota_1_Fotor_CollageCaptura de Tela 2013-07-04 às 10_Fotor_Collage

 

A ordem do clipe é a seguinte: Comercial Claro 2007 (cabelo virgem) – Comercial Oi 201o (cabelo natural, depois de ter saido o platinado que fiz para a novela angolana)- Comercial Oi 2013 (cabelo platinado Paris) – Comercial bomnegocio.com 2014 (ruivo atual)- Comercial Havaianas 2014 (ruivo atual).

 

 

-

segunda-feira

28

abril 2014

0

COMMENTS

Escova de botox no HAIRDRAMA

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, Mestres das Jubas, PRODUTOS

mega-botox-azure-probelle-pot-de-120-ml-la-rev

Olá, o post de hoje é sobre a escova de botox, que está super na moda e é cada vez mais procurada nos salões. Dessa vez, quem foi pro salão e testou o tratamento foi a diretora Joanna Mamede que também é super colaboradora do HAIRDRAMA – já nos ajudou em vários vídeos. Ela foi no Blanc Collection à convite do nosso Mestre da Juba Ezequiel para testar e nos contar o que achou. A Diana também fez a escova de botox, só na franja, e foi até como a Joanna ficou sabendo da novidade, então antes da impressão da Jo, vai a da Di. E junto com tudo,  mais um video HAIRDRAMA.

IMPRESSÕES:

Diana – Bom, a primeira vez que cortei franjinha, já tem alguns anos, e o Anderson Couto responsável pelo corte me indicou fazer uma escova de chocolate (ainda não existia a de botox) só na franja. Franja é uma coisa complicada de ter, porque o cabelo tem que estar perfeito para que o corte apareça e a moldura da franja aconteça em torno do rosto. Então se você não tem o cabelo liso, fica difícil, o meu é muito fino e os fios sempre acabam subindo. Fiz a escova de chocolate e adorei, mas senti que o cabelo ficou um pouco lambido, mas nada que comprometesse, certamente melhor do que se não tivesse feito. Fui cortar franjinha curta de novo, dessa vez com o Ezequiel, e ele na hora me indicou o botox; eu animada já fiz logo! O resultado foi ótimo, a franja voltava sempre pro corte sem precisar de escova ou chapinha, eu só secava o cabelo normalmente como de hábito. Fiquei muito contente com a franja e com o lidar dela no dia-a-dia. No cabelo todo eu não faria, primeiro porque não preciso e segundo porque fico sempre tentando fazer ondas e cachos, rs! Mas pra quem quiser fazer na franja é uma ótima e agradável escolha.

Joanna – Estava com a Diana e Julia no Studio Blanc Collection para algum outro post que estavam fazendo, quando o Ezequiel solta a seguinte frase: Diana, vamos fazer um botox nessa franja? Oi?! Achei estranhíssimo… Curiosa, logo perguntei o que era, e para minha agradável surpresa, nao envolvia agulhas e deixava o cabelo com mais volume e sem frizz por ate 4 meses! Sucesso né? Minha chance de dizer: turma, fiz botox…. no cabelo! Acho que o Ezequiel notou minha contida empolgação e sugeriu que testássemos no cabelo todo. O resultado foi ótimo, o cabelo ficou mais forte e com muito menos frizz! Mas como o drama não termina enquanto não acaba, preciso fazer um alerta para quem se empolgar: nos primeiros dias o cheiro do cabelo molhado é insuportável. Então nada de ir a praia, ou sair atrasada de cabelo molhado… é capaz de alguém desmaiar ao entrar com você no elevador… rs.

Ah! Nós também conversamos com duas amigas que fizeram e elas também adoraram. Uma delas fez na franja igual a Diana e também adorou, e a outra fez no cabelo todo e disse que os cachos voltaram, mas era o que ela queria – voltaram sem frizz.

foto1

Ezequiel Blanc

Nasci numa família de quatro irmãos cabeleireiros no Rio Grande do Sul. Sempre fui apaixonado pela criação e de ver as transformações que refletem de fora para dentro. Ao começar aos 16 anos cortar cabelo descobri que poderia fazer parte da alegria das pessoas.

Comecei na academia Llongueras pela influência da Argentina e o Sul do País. Ao chegar no Rio em 1998  tive a influência de Vidal Sasson que é a minha maior inspiração. Em 2012 ganhei pela Gama Italy como o melhor cabeleireiro do Rio de Janeiro, e 2013 em segundo lugar como o melhor cabeleireiro revelação do Brasil pela Cabelos & Cia. Estou com passagem marcada para Paris para mergulhar nas técnicas do visagismo com o mestre criador Claude Juillard.

blanccollection
Rua Visconde de Pirajá, 156 – (S/L 214) Ipanema, Rio de Janeiro – RJ, 22410-000
(21) 2287-2481

sexta-feira

25

abril 2014

0

COMMENTS

Velvet Amplifier – o primer da Wella

Written by , Posted in Mestres das Jubas, PRODUTOS

wella-professionals-velvet-amplifier

Por Diana Herzog

 

wella-professionals-velvet-amplifierAcabei de chegar do Crystal Hair Leblon, onde o Mestre da Juba, Alexandre Carvalho, resolveu o meu último HAIRDRAMA – fios brancos… sim eu tenho fios brancos, e eles me acompanham desde muito cedo. Como sempre fui loira, os danados quase não apareciam, mas agora com essa mudança pro mundo chocolate… não tem nem dois meses desde que pintei e já não estava mais dando pra postergar nem mais um dia. Liguei hoje, e milagrosamente consegui hora para… hoje!!! E o Alexandre salvou a minha idade, rsrs!

Bom, eu não preciso dizer que o retoque que ele fez ficou mara! Estou amando ser morena e ainda mais by Alexandre Carvalho, rs! Mas a novidade (pra mim, já que o produto já está no mercado há mais de dois anos) dessa vez é o Velvet Amplifier da Wella. Perguntei pro Ale se ele tinha um produto pra indicar, que ele gostasse e usasse bastante, e no mesmo segundo ela já pegou e me mostrou o Velvet Amplifier. Trata-se de um primer pra cabelo. Ele tem a mesma função do primer pro rosto, preparar a superfície para os próximos passos, no caso do cabelo – secador, chapinha, etc… e também ajudar a fixar os outros produtos. Para o cabelo como o meu por exemplo é perfeito, eu já estou careca de falar aqui que meus fios são porosos, mas então como os meus porosos fios são porosos, o serum consegue dar uma igualada na textura antes de qualquer coisa. Isso na verdade é o que eu mais preciso! Como não sou expert no assunto – para isso temos os nossos Mestres das Jubas – essa história de primer foi uma linda surpresa e solução. Estou correndo pra colocar o Velvet Amplifier no meu carrinho de compras da maneira mais em conta, ou seja, encomendar pra primeira pessoa que pegar um vôo internacional, rs!

E por último, fiz um videozim mostrando o resultado pra vocês, fica melhor de ver do que em fotos, né?

Olha aí:

Captura de Tela 2014-04-09 às 11.00.22

Alexandre Carvalho

 

Formado em Jornalismo, sempre esteve ligado aos eventos de moda onde começou a se interessar por cabelo. Entre uma pauta e outra, começou a dedicar suas horas vagas aos cursos de cabeleireiro e visagismo.

Completou dez anos de profissão com um curriculum bem diversificado, jacques Dessange Paris, Vidal Sassoon Alemanha e Los Angeles, Redken Em NY e Las Vegas , Bumble and Bumble NY, Toni and Guy Londres, Longueras Argentina, entre outros… Além de ter sido formado pela academia L’oreal de cabeleireiros no Brasil. Nesses dez anos de profissão, oito são dedicados a família Crystal hair no Leblon , onde tem um grande prazer de fazer parte da equipe.

 

Cristal Hair Leblon

 

Endereço: Rua Almirante Guilhem, 255 – Leblon, Rio de Janeiro – RJ, 22440-000

Telefone:(21) 2512-4342

SIGAM A GENTE

Facebook Hairdrama

Instagram @hairdramajd

quarta-feira

23

abril 2014

0

COMMENTS

Gosto por barba: moda ou ciência?

Written by , Posted in LOOKS

Captura de Tela 2014-04-23 às 14.07.16

Bom, depois do post sobre os carecas, agora é a vez e a hora dos barbudos! Nós amamos homens com barba. E parece que esse amor está além de uma simples questão estética ou de gosto pessoal. Lemos um post no site Live Science intitulado “Hipster Science: Women Prefer Men With Facial Hair”, que diz que o gosto por pêlos no rosto não é só uma questão de moda, segundo um artigo do Journal Biology Letters,  essa atração por homens mais “cabeludos”, tem um dado biológico incluído. O estudo afirma que as mulheres associam a barba com a idade, masculinidade e dominância. Pesquisando um pouco mais sobre esse assunto, descobrimos diversos grupos de apoio (rs) aos homens barbados, como o “Faça Amor, Não Faça a Barba”  com mais de 30.000 seguidores no facebook. Na verdade o “Faça amor…” virou mais que um grupo, virou um movimento, presente em várias cidades do Brasil, com eventos e encontros de seus integrantes, entre eles homens barbudos e mulheres apaixonadas por eles. Fizemos aqui nossa breve seleção dos gatos com barba, e olha, é um charme que só!

 

 

Tem também um video no Youtube feito pelo Christoph Rehage durante um ano de caminhada – da Alemanha à China e onde documentou sua transformação durante esse período. E dá pra ver muito essa mudança estética, do pêlo e não pêlo. Ele começa ok, com cabelo e barba raspados, chega um momento em que ele fica um gato mor, que é quando ambos (cabelo e barba) já cresceram um pouco, e depois passa do ponto e já não fica tão interessante assim, até porque emagrece muito. Vocês podem assistir e ver o que agrada mais, fora que o vídeo é demais, a passagem do tempo e dos lugares é deliciosa de acompanhar.  

segunda-feira

21

abril 2014

9

COMMENTS

Máscara caseira de óleo de coco e mel!

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS

Por Diana Herzog

Estou animadíssima pra compartilhar essa dica com vocês, porque é simples e eficaz. Ontem meu pai me deu duas garrafas de óleo do coco pra eu comer, porque é mega nutritivo, faz bem pra tudo e mais alguma coisa. E já entrou no meu café da manhã de hoje! Mas fiquei olhando paras as duas garrafas e não teve jeito,  a primeira coisa que passa pela minha cabeça é cabelo. Corri pro google e saí atrás de receitas caseiras, achei várias, algumas mais complicadas, outras estranhas, como eu não estou com todo esse tempo do mundo pra correr atrás de ingredientes, usar liqüidificador, processador, etc… me interessei pela mais simples e popular. Vários blogs e pessoas dando essa dica: óleo de coco e mel. Não pestanejei, desci comprei mel e voltei correndo pra experimentar essa mistura.

E gente, funciona muito!! Muito mesmo! Fiquei encantada! É muito, muito simples, barato, ridículo de fazer, aplicar e tirar. E o cabelo depois fica uma maravilha. Confesso que achei melhor que a máscara de babosa. Deu muito brilho e peso pro meu cabelo que é muito fino.

oleodecocoingreBom sem mais, aqui vai a receita:

2 colheres de sopa de óleo de coco

1 colher de sopa de mel

Juntar os dois num potinho, colocar por 10 segundos no microondas (até aquecer). Misturar de novo e aplicar. O cheiro é uma delícia e dá vontade de comer, mas tem que lembrar que é pro cabelo, rs! A aplicação é bem melequenta, imagina óleo e mel juntos, mas vai fundo porque vale a pena. No cabelo sujo e seco, comece colocando de baixo pra cima, evitando a raiz (como o meu cabelo é muito curto, não teve jeito pegou na raiz e não deu nada). Depois da cabeça toda coberta, é só esperar uns 30 minutos. E por último lavar o cabelo como sempre – shampoo e condicionador – eu usei o shampoo duas vezes pra tirar toda a oleosidade. E pronto!!! Cabelos tratados! 

 

Nas fotos vocês vão perceber que depois o meu cabelo ficou liso, não fiz nada demais, além de secar rapidamente com o secador, como eu sempre faço, porque senão ele fica todo esvoaçado. Acho que dá pra ver bem nas fotos os dois ganhos que eu já comentei acima – brilho e peso.

mascaraoleodecoco

Fileira 1: Antes
Fileira 2: Durante
Fileira 3: Depois

 

Eu super indico! Quem tiver comentários, experiências ou mais dicas nesse assunto vamos adorar saber!!

 

sexta-feira

18

abril 2014

0

COMMENTS

Sobre o filme venezuelano “Pelo Malo” ou “Cabelo Ruim”

Written by , Posted in HAIRDRAMAS

Pelo_Malo-Concha-2013-01-1024x576

Por Julia Lund

Pelo_Malo-Concha-2013-01-1024x576Continuando na onda de hairdramas cinematográficos, ontem fui ver o filme venezuelano “Pelo Malo” de Mariana Rondón, que seria numa livre adaptação para o português “Cabelo Ruim”. O filme conta a história de Junior (Samuel Lange) um menino de nove anos que sonha em ter o cabelo liso. Ele quer alisá-lo para ficar parecido com um cantor famoso na sua foto do álbum da escola. Partindo dessa premissa, o filme tenta evidenciar como a Venezuela sofre com o preconceito, especialmente no que diz respeito a raça, orientação sexual, ao gênero e condição social. Numa entrevista ao Jornal da Mostra, a diretora fala como os países hermanos (Brasil e Venezuela) se igualam no preconceito: “À primeira vista, pode parecer algo pequeno, mas é, na verdade, algo muito importante. A população da Venezuela é uma população mestiça e, como no caso do Brasil, quase todos temos “cabelo ruim”. Apesar de, na origem, essa ser uma expressão pejorativa e racista, com o passar do tempo a carga de violência desse termo foi se perdendo. Hoje, é comum que um adulto, de maneira carinhosa, passe a mão no cabelo de uma criança e diga: ‘Ah, que bonitinho, você tem cabelo ruim’. Aceitar o cabelo tal e qual ele é significa reconhecer a si mesmo e ao outro. O peso do olhar do outro pode ser algo muito violento”

Saí com uma sensação meio estranha do cinema, acho que o filme aponta todas essas questões sim, é um filme duro, seco, que joga na nossa cara como o ser humano pode ser ignorante em alguma questões. Mas não sei… senti falta de alguma coisa que nem sei bem dizer o que foi, talvez quisesse ter saído do cinema mais estimulada a criar novos sentidos, novas possibilidades de leitura do mundo, com mais esperança talvez, e isso não aconteceu. Enfim, assistam e me falem aqui.

quarta-feira

16

abril 2014

2

COMMENTS

Esse é pra quem lembra e pra quem nunca viu – Cena da menina com o cabelo preso na porta do filme clássico “Gatinhas e Gatões”

Written by , Posted in LOOKS

maxresdefault

Sixteen Candles em inglês e pra gente Gatinhas e Gatões é simplesmente um clássico, clássico da sessão tarde, clássico dos anos 80, e dos melhores do John Hughes que também dirigiu Clube dos Cinco (The Breakfast Club),  A Garota de Rosa-Shocking (Pretty in Pink), Curtindo a Vida Adoidado (Ferris Bueller’s Day Off) e Esqueceram de Mim (Home alone). Ele era o cara nos anos oitenta!

Quem nunca viu nenhum desses, então já tá na hora de correr pra assistir! São todos divertidos, recomendamos começar já pelo Gatinhas e Gatões e em seguida Curtindo a Vida Adoidado.

Voltando ao assunto cabelo, não sabemos como, mas lembramos dessa cena, aliás sabemos sim, afinal essa cena é clássica, genial e antológica, rs! Logo, não tem como esquecer. Não vamos falar nada pra não estragar pra quem ainda não viu, mas é imperdível, e claro um HAIRDRAMA!

share

segunda-feira

14

abril 2014

0

COMMENTS

Viajando com a peça “Razões para ser bonita”

Written by , Posted in LOOKS

Hoje eu acordei as 5 da manhã pra pegar um vôo de Recife para o Rio, e agora, às 19:10, do alto da minha exaustão, me veio a vontade de escrever um post rápido falando um pouco sobre a  viagem, e claro do meu hairdrama recifense. Bom, eu entrei pro elenco da peça “Razões para ser Bonita” (texto Neil Labute), onde revezo a temporada com a Aline Fanju – minha amiga que está fazendo lindamente a novela do Manoel Carlos; assistam! Somos 4 atores em cena: Ingrid Guimarães, Gustavo Machado, Marcelo Faria e Aline Fanju/Julia Lund. Minha história com essa peça é antiga; Eu tinha acabado de fazer a novela “Caras e Bocas” com a Ingrid, e ela pensou em me chamar pra fazer a peça, mas como eu estava estreando “A Gaivota”, do Tchekhov, exatamente no mesmo período, eu não pude fazer. Daí logo depois eu soube que convidaram a Aline, que fez todas as temporadas da peça. Mas olha como as coisas são incríveis, agora eles precisavam de uma atriz para dividir a temporada com a Aline, e daí ela pediu para que essa atriz fosse uma indicação sua, porque, é lógico, ninguém conhece melhor a personagem do que ela, e então fui eu a escolhida! As vezes quando uma coisa está no seu caminho, cedo ou tarde ela vem. Como ainda vou viajar muito pelo Brasil com a peça, mais pra frente vou fazer outros posts, mostrando como são os cabelos das personagens, nossa preparação no camarim, o que rola na coxia e etc rs
Mas agora vou só focar no meu drama com o aplique que usei na peça. Como a Aline tem muuuito cabelo (mas é muito mesmo gente) eu fiquei achando que a personagem também tinha que ter. Eu tenho um aplique loiro enorme, que vem em oito partes. Eu já tinha pintado três deles de ruivo, e deixado os outros cinco loiros. Daí decidi pintar mais um chumaço, pra dar mais volume, ainda mais pq é palco, e são teatros enormes, pra 700, 800, 1.000 expectadores. Bom, levei esses quatro apliques ruivos mas não levei o baby liss, então quando fui botar pra fazer a peça, ficou um troço estranhérrimo, pq o aplique tava muito liso e o meu cabelo não. Fiz uma escova, mas mesmo assim não rolou bem. A Aline, que estava lá também, ficou tentando fazer umas ondas no meu aplique usando uma chapinha!!! Dizem que se você deixar a chapinha aberta, é só enrolar o cabelo sobre ela e segurar um tempo. Mas antes mesmo de dar o terceiro sinal pra começar a peça, o cabelo já tinha desmoronado todo! Não tirei fotos desse momento, pq na hora foi realmente tenso, estava estreando a peça, super nervosa (apesar deles afirmarem que eu estava super calma) e não me ocorreu registrar esse momento em que deu tudo errado pro meu cabelo. Acabei fazendo com ele meio solto, meio preso, a cada hora que voltava pra coxia eu olhava no espelho, achava que tava ruim e arrumava de um jeito diferente pra entrar em cena. Tirando isso, foi tudo lindo! A estreia foi incrível, tudo aconteceu e deu muito certo! Tô feliz da vida!

foto 1 (10) foto 3 (8) foto 2 (9) foto 4 (6)

sexta-feira

11

abril 2014

0

COMMENTS

Apaixonadas pelos cabelos do desfile da Cantão

Written by , Posted in LOOKS

Captura de Tela 2014-04-11 às 14.41.20

Estamos apaixonadas e encantadas pelos cabelos que vimos no desfile da Cantão ontem no Fashion Rio. Nem conseguimos olhar para as roupas tamanho o encanto, acho que a marca não deve ficar tão feliz com esse nosso comentário, rs! Mas que nos perdoem, nossas cabeças estão focadas nos cabelos! O responsável por todo esse amor foi o maquiador e hairstylist Silvio Giorgio. Ele optou por um look aparentemente natural, cabelo jogado pra direita por uma trança embutida que começa do lado esquerdo.

Não precisamos nem falar, todos aqui já estão carecas de saber que amamos tranças, e amamos também esse ar –  acordei assim, fui pra praia, bateu uma brisa, é outono… (é claro que pra ficar desse jeito não é tão simples, é necessário um Silvio na nossa vida, acordamos todo dia com hairdrama, e quando a brisa do mar bate o frizz faz a festa, rs!) – voltando ao outono, os raios do sol, enfim…  nesse desfile tinha tudo isso. Cabelos deliciosos de ver! Fizemos uma seleção de fotos e colocamos o video do desfile na íntegra pra quem quiser ver a coleção, afinal o trabalho da Lanza Mazza (coordenadora de estilo da Cantão) também é uma delícia. Ah! Pegamos tudo no Fashion Forward – FFW, um ótimo lugar pra acompanhar de perto tudo o que está acontecendo na Marina da Glória!

quinta-feira

10

abril 2014

0

COMMENTS