HAIRDRAMA

Monthly Archive: outubro 2014

terça-feira

28

outubro 2014

2

COMMENTS

Fases da lua e cortes de cabelo. Tudo a ver!

Written by , Posted in Convidados, DESATANDO OS NÓS

fases da lua

lua

Em que lua você corta o seu cabelo? Já parou para pensar nisso? Nos anos 80 era a maior moda –  antes de ir ao cabeleireiro, a pessoa consultava o calendário lunar para saber se a lua do dia seria favorável ou não ao tipo de efeito que a pessoa queria. E não é só para corte não, a lua influencia também nos tratamentos, nas tinturas, na queda de cabelo e etc… Se a lua influencia os oceanos, não vai influenciar a gente, que temos em nossa composição corporal mais de 50% de água?

Bom, convidamos duas amigas que entendem do assunto e não cortam seus cabelos sem consultarem o céu. A Bebel Clark é terapeuta holistica e super ligada em astrologia e a Mariana Barcellos é atriz e tem uma relação com a lua faz tempo. Filmamos com a Bebel e a Mari nos escreveu um textinho, lá de NY. Elas falaram coisas tão legais, que nós duas já nem pensamos mais em fazer a loucura de cortar nossos cabelos sem antes consultar qual a lua do dia. Quem também é super ligado no plano astral, é o nosso editor amado Leo Nunes, e quando viu que estávamos escrevendo um post sobre o assunto, nos indicou o site Personare que tem um espaço totalmente dedicado a cabelos e lua. Lá você se cadastra (é de graça) e com os seus dados, eles indicam a melhor lua para você fazer qualquer tipo de coisa no seu cabelo. Vale super a pena dar uma olhada!!

fases da lua

Só pra vocês terem o gostinho, aqui vão três preciosas dicas da Bebel:

1. Cortar o cabelo na sua lua de nascimento. Entrar no site Mago do Sol colocar o seu ano de nascimento na ferramenta de busca e ver qual a lua que estava no céu no dia em que você nasceu. Essa é a sua lua mais potente.

2. Fazer tratamentos químicos na lua cheia. É uma lua que ajuda esse tipo de processo.

3. Quem tem problema de queda de cabelo, cortar na lua minguante. é uma lua que ajuda o que for ruim a desaparecer, minguar.

AGORA O VÍDEO COM TODAS AS DICAS E CLARO COM O PAPO DELICIOSO QUE BATEMOS COM A BEBEL!

RELATO DA MARIANA BARCELLOS:

323661_10150450210713439_1015020338_oDesde criança eu corto meu cabelo na lua crescente para dar força para o cabelo crescer. Bom, com uma mãe astróloga sempre por dentro do que anda acontecendo com os astros do céu, eu não tinha outra escolha. E como eu sempre quis ter cabelos longos de sereia, aparar o cabelo na lua crescente me soava bastante interessante. !

Quando eu cresci e comecei a decidir quando eu iria cortar o cabelo, eu continuei com esse cos- tume, que muitos chamam de superstição. E confesso que muitas vezes também questionei. Mas como nada também me provava o contrário continuei seguindo assim, só cortando o cabelo na lua crescente. Até que um dia cortei na lua minguante e o cabelo ressecou, o corte não foi bom, meu cabelo até piorou. Então, eu esperei o outro mês e aparei as pontas na Lua Crescente e o cabelo voltou pro lugar, ganhou força e até brilhou!!

Aprendi que a Lua comanda as marés, os rios e as cachoeiras devido à sua relação gravitacional com a Terra. Sendo eu uma pessoa que busca estar sempre conectada com a natureza, faz muito sentido que a Lua também afete nas águas do meu corpo, fazendo assim com que o período da Lua Crescente exerça a energia de força e crescimento em todos os aspectos da vida. Se eu cor- to o cabelo nesse período é essa força que eu estarei dando para que ele cresça. !

Seguindo no raciocínio do calendário lunar, cortar o cabelo na Lua Cheia é bom para aqueles que querem volume no cabelo. Já para os que querem menos volume o bom é cortar na Lua Minguan- te. E se você deseja um visual novo, vale a pena cortar na Lua Nova. Isso porque são essas energias que estão acontecendo com a Lua durante seus ciclos. E se pararmos para observar um pouco, conseguimos perceber que nossa vida acompanha sim os ciclos da Lua. !

O calendário da Lua também serve para vários outros acontecimentos importantes, como festas comemorativas, começo de projetos, estréias de espetáculos, casamento e etc. Para eventos como esses, se existe a oportunidade de escolha, não é muito bom escolher Lua Minguante, pois a Lua está finalizando seu ciclo. Porém, a semana da Lua Minguante, por exemplo, é uma boa para aqueles que vão passar por alguma cirurgia, assim diminui o fluxo dos líquidos do corpo e facilita a cicatrização.!

De acordo com muitos povos antigos estar em harmonia com o Sol, a Lua e as Estrelas é coisa inquestionável. Como eu aprendi assim, eu sempre busco entender a vida a partir dos sábios es- tudos dos povos ancestrais e muitas escolhas acabam sendo influenciadas por tais sabedorias. Hoje eu já nem questiono mais e sempre corto o cabelo com a consciência no ciclo lunar.!

Mariana Barcellos!

atriz e cantora!

Nova Iorque, 17 de Setembro de 2014.!

 

Aqui vai o site para vocês consultarem qual era a lua que estava no céu no dia do seu nascimento: Mago do Sol

E aqui um calendário lunar de 2014 (o legal disso é você saber qual é a sua lua, e consultar nesse mapa quais os dias que ela estará no céu)

CALENDARIO2014

E agora é só conexão entre a lua e os nossos hairdramas, rs!

 

-

quarta-feira

22

outubro 2014

0

COMMENTS

Tutorial penteado com tranças com Loeni Mazzei

Written by , Posted in LOOKS, Tutorial

P1060145

A Loeni Mazzei ensina um penteado facílimo de fazer, basta ter cabelo comprido e saber fazer trança. É super romântico, funciona tanto pra usar num jantar num clima verão com vestido esvoaçante, ou mesmo num casamento. Nosso sonho era poder fazer na gente, mas como não podemos compartilhamos com vocês, nos representem por favor. E novamente nossa amiga e cabeluda Janaina Moura é a modelo e ficou linda com o penteado.

P1060145 P1060147

quinta-feira

16

outubro 2014

0

COMMENTS

Um corte transforma uma vida – Renata Guida e a sua franja.

Written by , Posted in HAIRDRAMAS, TROCA TROCA - PERSONAGENS

guida rita lee

“Une femme qui se coupe les cheveux est une femme qui s’apprête à changer de vie”

guida rita lee

De Rita Lee – de chapéu com aplique. Sem chapéu pós-corte.

Nunca essa máxima de Coco Chanel fez tanto sentido pra mim como quando eu cortei minha franja. Cortar a franja não foi uma escolha minha, pelo contrário, eu fiz tudo o que pude pra evitar. Mas pra interpretar a Rita Lee no filme “Tim Maia” que estreia agora dia 30 de Outubro, a visagista da equipe me informou que eu teria que cortá-la.. Eu prontamente liguei para uma grande amiga cabeleireira e perguntei onde poderia achar um ótimo aplique de franja aqui no Rio de Janeiro. Ela me indicou a Tonicha em Copacabana e lá fui eu, correndo atrás do que seria minha salvação. Felizmente encontrei o tal aplique, testei, aprendi a colocar e ficou ótimo. Voltei a ficar tranquila convencida de que a visagista adoraria minha idéia. Cheguei no dia da prova de cabelo e maquiagem toda feliz com meu aplique na mão e contando do meu maravilhoso achado quando a visagista olhou pra mim seriamente e disse: “- Querida, não adianta. Você vai ter que cortar a franja”. Frio na barriga e só me restava aceitar.

O aplique e com aplique.

O aplique e com aplique.

Cabelo de atriz é assim mesmo, não tem vontade própria, e me veio uma retrospectiva de tudo o que meu cabelo tinha passado até então: Cheguei ao Rio de Janeiro com ele virgenzinho, loiro acinzentado. Quando fui aprovada para a peça “Clandestinos” o diretor João Falcão me pediu para ficar ruiva. Mas não um ruivinho fogo claro, um ruivo vinho, bem forte.

Ruiva para o "Clandestinos"

Ruiva para o “Clandestinos”

guida jim 2

Na peça Jim

Chorei na cadeira do cabeleireiro, que depois de ver meu cabelo pintado me disse pra eu ficar feliz, pois eu tinha a alma ruiva e ele tinha revelado isso pra mim. O ruivo vinho impactou e eu acabei gostando, mas não durou muito porque desbotava rápido no meu cabelo claro. Mantive ele por cerca de um ano e depois nos outros dois anos da peça (sim, ela ficou aproximadamente 3 anos em cartaz) adotei o ruivo claro dourado, mais natural.  Quando fomos gravar a série homônima na Rede Globo, a visagista decidiu que meu tom deveria ser castanho escuro. Pintamos, mas como o ruivo já estava há muito tempo e não saía com facilidade, o cabelo escureceu mas continuou avermelhado. Depois da série, peguei um outro trabalho em que queriam meu cabelo bem loiro, tive que descolorir muito pra poder tirar o castanho e o ruivo, e voltar a ser loira. Num mesmo ano eu tinha sido ruiva, castanha e loira! E meu cabelo ficara destruído. Demorou um bom tempo pra ele se recuperar. Lembrando de tudo isso enquanto aguardava o corte pensei: “O que é uma franja perto de tudo que o pobrezinho do meu cabelo já passou? Ok, vamos lá!” E a visagista cortou minha franja. Mas não era uma franjinha simples. Era uma franja enorme bem estilo 70’s . Me assustei quando olhei no espelho. Eu tinha gostado bastante, mas não me reconhecia de jeito nenhum. Quem era aquela pessoa franjuda? Foi muito estranho. Junto com as filmagens engatei uma peça nova na qual eu faria Pamela Courson, companheira do Jim Morrison.   A franja em estilo 70’s caiu como uma luva. E foi uma época realmente de mudanças, de experimentar outra(s) Renata(s) e outras possibilidades de energia tanto no palco e diante das câmeras quanto na vida.  Artisticamente encontrei outros lugares, que obviamente não resultaram só da franja, mas que sim, foram contaminados por ela. Pude explorar um lado mais sensual, que até então não tinha aparecido em trabalhos anteriores. Eu nunca achei que uma franja pudesse transformar tanta coisa. Quando vi a Diana com o cabelo rosa e os trabalhos recentes que ela fez com o mesmo, tive que comentar com ela sobre a potência real dessas mudanças. Eu vi no clipe da música Don’t Swim do Keaton Henson uma Diana que eu nunca tinha visto, e é claro que essa Diana já existia e pulsava, mas que o cabelo rosa ajudou bastante, disso eu não tenho dúvidas. Respeito muito esse pensamento do Oscar Wilde em “O Retrato de Dorian Gray”: “ Só as pessoas frívolas é que não julgam pelas aparências. O verdadeiro mistério do mundo é o visível e não o invisível… ”  Um viva para as mudanças visíveis!! E que elas continuem colaborando com as mudanças mais profundas, sutis e invisíveis!

guida jim

Também na peça Jim

foto(1)

Antes da franja.

foto(7)

Castanho para o seriado “Clandestinos”

segunda-feira

13

outubro 2014

5

COMMENTS

Slow Beauty – pensando além da imagem

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, PRODUTOS

IMG_1265

IMG_1265Fomos convidadas a participar de um workshop sobre Slow Beauty, dado pelas queridas Malu Paes Leme (fundadora da Alimentação Inteligente), Renata Esteves (fundadora do Beleza Orgânica) e Ananda Boschilia (representante da Alva Cosméticos) e gente, foi uma experiência completamente transformadora, para nós duas. Já tínhamos ouvido falar sobre esse conceito de slow beauty, assim como o do slow food, mas ainda não aplicávamos diretamente nas nossas rotinas, quer dizer, eu (Diana) aplicava um pouco mais,  eu (Julia) um pouco menos, rs. O fato é que esse encontro realmente mudou os nossos paradigmas! Nunca mais consigueremos olhar para um simples sabonete, sem antes ler todos os tóxicos que existem nele. É muito sério isso gente! Estamos nos intoxicando cada vez mais, e não estamos nos dando conta disso. Claro que não dá para mudar do dia para a noite todos os nossos hábitos, assim como todos os produtos que utilizamos, mas dá para aos poucos irmos tomando consciência do que consumimos e nos transformar gradualmente.
O dia que passamos juntas foi incrível nesse sentido, porque bastou algumas horas para gerar uma mudança para o resto da vida. O workshop começou com a Malu dando uma palestra/demostração sobre o que chama de Alimentação Inteligente, e nos ensinou algumas receitas veganas e mega saudáveis (as receitas estão no link da Malu); depois foi a vez da Renata falar sobre beleza orgânica – produtos de beleza caseiros, produtos naturais que fazem um bem danado a pele, sem te intoxicar com alumínio e parabenos; por fim a Ananda Boschilia falou sobre a Alva, marca alemã de produtos de beleza 100% orgânicos e naturais.
Trazendo o assunto aqui pro Hairdrama, descobrimos uma série de possibilidades de shampoos e cremes naturais, sem sulfato, que podem ser trocados pelos nossos de sempre, ou pelo menos, alternados com aqueles que já estamos acostumadas a usar e que amamos, rs.
Não é fácil viu gente, mas é possível! Se pensarmos que TODOS os produtos (pasta de dente, shampoo, creme, leave in, hidratantes corporais, maquiagem, bb cream…) não orgânicos que utilizamos contém uma porcetagem de alumínio, entre outros componentes mais danosos, e que talvez sozinhos não façam grande estrago no corpo, mas que somados à todos os outros, podem desequilibrar nossos organismos, porque não trocar?
Todo mundo que participou recebeu um email com todas as informações tratadas durante o workshop, e mais alguma coisa: receitas, dicas, ajuda a entender mais sobre protetor solar, desodorante, porque orgânico é mais caro, quais componentes devemos procurar na embalagem antes de comprar, etc… é muita coisa gente!!! Vale a pena ganhar tempo lendo esse post. E como já devem ter percebido, achamos tudo tão importante e interessante que vamos manter na íntegra o email, só separando por páginas pra não confundir.
Enfim, esperamos que esse post toque vocês assim como o workshop tocou a gente 😉

 

1- Beleza Orgânica por Renata Esteves : mais sobre produtos e cosméticos orgânicos

2- Alimentação Inteligente por Malu Paes Leme: receitas, dicas sobre alimentação, e indicação de livros. 

3- Alva Cosméticos por Ananda Boschilia: entendendo o mercado orgânico de cosméticos, porque é importante e faz tanta diferença. E ainda tem um guia pra entender melhor desodorante orgânico – clique aqui

Ainda dois vídeos que explicam essa indústria que temos tanta dificuldade em entender. Vale muito a pena!!! Dos mesmos criadores da “História das Coisas”

terça-feira

7

outubro 2014

1

COMMENTS

HAIRDRAMA no clipe do Keaton Henson

Written by , Posted in TROCA TROCA - PERSONAGENS

Captura de ecrã 2014-09-9, às 15.25.27

Por Diana Herzog:

Esse foi o trabalho responsável pelo cabelo rosa. O clipe tá no post, e é das coisas mais bonitas!! Foi filmado no Salar do Uyuni na Bolívia, e vcs vão ver que só podia ser com cabelo rosa.
Um mês depois e eu continuo com cabelo rosa, acho que tô gostando dessa onda colorida, achei que fosse tirar assim que voltasse da Bolívia… só que não, rs! Esse cabelo rosa que eu tanto to curtindo só aconteceu por causa desse clipe, por causa do diretor João Nuno que pediu delicadamente a mudança. Essa visão que ele teve, na minha opinião fez toda a diferença: qualquer outra cor de cabelo não teria funcionado igual, afinal ficou quase no mesmo tom que o pôr do sol e ajudou a criar a atmosfera onírica do filme. Eu tenho muito orgulho de ter feito parte desse trabalho, junto com uma pequena grande equipe, só de fera: Diretor: João Nuno, diretor de fotografia: Rui Poças, assistência de direção, produção e pesquisa: Fernanda Polocow, foquista: Nicolás Taborga, assistência de fotografia: Ali López, produção local e motorista: Gustavo Slucka e o motorista do segundo carro era o Roberto, éramos 8 no total. A produção foi da Delicatessen que fez o clipe para a música “Don’t Swim” do cantor inglês Keaton Henson. Ah! E claro o responsável pelo cabelo, quem leu os post mais antigos já sabe é o nosso mestre da juba Alexandre Carvalho, e o figurino é da minha querida amiga Elisa Faulhaber!!!

Foram 7 dias na Bolívia, mais exatamente no Salar do Uyuni, dois deslocando e o resto trabalhando. O local é incrível, tenho até dificuldade de descrever em palavras, então vejam o clipe que dá pra ter uma idéia. Lá é muito alto, está a 3.656 metros acima do nível médio do mar, então tem pouco oxigênio, é muito seco porque é um deserto de sal e faz muito frio de manhã e a noite, papo de -5 graus, 0 grau, 2 graus. Foi tudo muito intenso por causa das condições físicas, e claro porque tínhamos muito pra fazer em pouco tempo. Gente, as cenas lindas que parece que eu estou andando no céu foram feitas no pôr e nascer do sol, quer dizer, passei muito frio!!! (Reparem no figurino, colete e saia) Mas acho que todas essas dificuldades do clima somaram no resultado final, intensificaram a emoção, me permitiram chegar no meu limite físico várias vezes, e isso tudo aparece como emoção. Foi das experiências mais desafiadoras e gratificantes que já passei na minha vida. Lá eu já sentia isso, mas quando eu vi o clipe pronto, me emocionei profundamente, porque pude ver que tudo o que vivemos como equipe em intensidade aparecia em cada frame. Foi um presente! Espero que gostem! 

Aqui vão algumas fotos do making of!

P1060176

Chegando na Bolívia com pouca bagagem, rsrs!

P1060208

Nicólas e Fernanda.

 

P1060298

Rui Poças em ação

P1060318

improvisando, só alegria

P1060337

Ali López

P1060364

Gustavo com o Xamã.

P1060405

Com os mineiros de sal indo trabalhar na caçamba do carro.

 

 

P1060454

João se preparando pra filmar em cima do carro.

P1060476

Trabalhadora do sal.

P1060482

Mina de sal

10712431_10153224965173079_6719054863577772271_o

Equipe toda reunida no final.

P1060206 P1060214 P1060216 P1060253 P1060328 image-5 image-4

Captura de ecrã 2014-09-9, às 15.25.27 Captura de ecrã 2014-09-9, às 15.30.42

 

quarta-feira

1

outubro 2014

0

COMMENTS

Tutorial de penteado facílimo: Rabo triplo torcido

Written by , Posted in LOOKS, Tutorial

rabo triplo torcido

Convidamos a Loeni Mazzei, que também foi nossa maquiadora no DoAmor 2º temporada, para ensinar alguns penteados fáceis de fazer em casa. São do tipo: faça você mesma! O único pequeno detalhe, é que você precisa ter cabelo (de médio a longo) rs! Por isso chamamos nossa amiga atriz e cabeluda (benza deus) Janaina Moura, para ser a nossa modelo da vez. Fizemos vários tutoriais com a Loeni, então aproveitem, porque a idéia é ver todo mundo de cabeça feita!

Hoje é o Rabo Triplo Torcido, o mais fácil de todos!!! Meninas mãos à obra!

rabo triplo torcido

 

jana e lo