HAIRDRAMA

Monthly Archive: janeiro 2015

sábado

31

janeiro 2015

0

COMMENTS

TUTORIAL HAIRDRAMA: trança escama de peixe.

Written by , Posted in LOOKS, Tutorial

http-::www.samvilla.com:how-to:tips:dont-let-your-fishtail-braid-be-ordinary#.VMzN6Vb_Rg0

Mais um tutorial com a talentosa Loeni Mazzei, dessa vez a nossa modelo é a Priscila Assum, amiga e super colaboradora do hairdrama, já mostrou pra gente como fazer um coque com lenço super fácil, quem quiser aprender clique aqui.

Além do vídeo fizemos uma seleção de tranças escama de peixe, para dar uma inspirada na hora de fazer o penteado.

Queremos saber quem é que vai conseguir fazer igual depois do nosso tutorial, hein!

workoutfits.org

1. workoutfits.org

www.samvilla.com:how-to:tips:dont-let-your-fishtail-braid-be-ordinary#.VMzN6Vb_Rg0

2. samvilla.com

www.glamour.com:lipstick:2014:05:braids-and-braided-hairstyles-to-try-this-summer:9

3. glamour

www.glamour.com:lipstick:2014:05:braids-and-braided-hairstyles-to-try-this-summer:8

4. glamour

www.glamradar.com:easy-braided-hairstyles:fishtail-braids:

5. glamradar.com

www.blog.freepeople.com:2013:03:hairstyle-love-ponyfish:

6. blog freepeople

www.blog.freepeople.com:2013:03:hairstyle-love-ponyfish:

7. blog freepeople

-

quarta-feira

28

janeiro 2015

5

COMMENTS

Keune So Pure – Menos química e mais saúde.

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, PRODUTOS

sopurekeune

Por Diana Herzog

sopurekeuneDurante um mês usei o So Pure Color Care Shampoo e Condicionador da Keune, e nesses 30 dias senti meus fios agradecidos e felizes.

Esperei tirar a tinta fantasia do cabelo para poder ter uma experiência válida com a linha So Pure da Keune. Digo válida, porque essa linha se propõe a ser “Eco Friendly” – produtos com menos toxinas, menos prejudiciais à natureza e ao nosso corpo (digo corpo, porque o que usamos não afeta apenas nossas madeixas, e sim nosso sistema todo, fizemos um post sobre “slow beauty”,  quem tiver interesse, clique aqui). “Todos os produtos são livres de parabenos e sulfatos, não possuem fragrâncias ou corantes artificiais, nem materiais de origem animal” (citação do próprio site da marca) Então, gente, como é que eu podia experimentar uma linha com uma composição mais leve e natural, colocando tinta rosa (acho que é o produto mais sinistro das químicas) toda semana no cabelo? rs! Não seria justo.

Com o cabelo de volta “ao normal” o So Pure entrou na minha rotina, e já no primeiro dia de aplicação estranhei um pouco o contato com ambos – shampoo e condicionador. Deixa eu explicar melhor, todos os shampoos que vendem por aí, dos mais baratos aos mais caros, TODOS, contém SODIUM LAURETH SULFATE (Lauril ou Laureth Sulfato de sódio), que é digamos o pai da espuma, o responsável por gerar toda aquela brancura cheirosa que nos faz achar que estamos lavando e hidratando os nossos cabelos. Então, esse tal de Sodium Laureth Sulfate, é um horror! Já foram feitos mais de 16,000 estudos sobre o “SLS” e todos revelam problemas, por exemplo: irritação na pele e olhos, toxicidade em órgãos, neurotoxicidade, problemas endocrinólogicos, possíveis mutações, câncer, entre vários outros, essa página tem mais informação ou você pode ir direto para o google, e o retorno da busca é assustador, não salva um, rs!

Captura de Tela 2015-01-26 às 17.57.19

Uma listinha pra ajudar na hora de ler a composição de um cosmético. :)!

Voltamos ao shampoo,  então quando o “SLS” é tirado de um produto como o shampoo, precisamos dizer “bye bye” espuminha, e alou nova sensação! Dependendo do produto e do grau “Bio” (orgânico) às vezes nem espuma faz, o shampoo So Pure, por exemplo faz pouca espuma. E pra gente que está acostumada a cobrir a cabeça de branco, é realmente muito estranho, a sensação é de que não tem suficiente, de que precisamos colocar mais e mais, mas NÃO PRECISA, é assim mesmo – menos química. A espuma é coisa bonita pra gente ver e sentir, mas não tem nada de bom, então fica a dica. Imagino que alguém com muito cabelo, talvez tenha um pouco mais de dificuldade de adaptação, mas se fosse eu insistiria na mudança :) – por cabeças mais saudáveis.

O Condicionador é a mesma coisa, não faz aquela camada envolvente que super escorrega nos fios, mas o condicionador So Pure escorrega, digo isso, porque já usei um condicionador xiita dos orgânicos e a sensação era realmente muito estranha, como se cabelo ficasse mais duro, rs, to falando que é estranho no início, rs! Mas gente, o momento de mudança é agora, temos vivências com produtos que são uma delícia de usar, mas que nos fazem muito mal sem que percebamos, então costume e adaptação vem com o tempo e perseverança, rs!

O cheiro dos dois é uma delícia, um cheiro de bom gosto sabe, me lembra massagem com óleos num spa, apesar deu nunca ter feito massagem com óleos num spa, rsrs! Mas é a sensação que deu, gostei muito!

Dito isso tudo, o que mais importa é o resultado! Estou muito satisfeita! Meu cabelo ficou bem bom, com brilho, com um pouco mais de peso, e com os fios soltinhos. A impressão é de mais saúde, acho que se cortasse meu cabelo, faria mais diferença ainda, estou com pontas bem castigadas. Eu só parei de usar por dois motivos: 1- viajei, vim para o sonho dos produtos orgânicos, então meu duro trabalho aqui, está sendo experimentar menos química, rs! 2- acabou.

O bom do So Pure é que vende no Brasil, diferente de todos os produtos que to conhecendo nessa minha viagem e que depois para continuar usando, dependo da boa vontade de outro viajante, rs! Quem tiver interesse pode achar na Beleza Orgânica, foi inclusive ela que nos recomendou o So Pure. (obrigada! <3) É uma loja online, onde vocês vão encontrar muitas outras marcas e opções orgânicas, vale a pena olhar!!!

Acabei de lembrar, que nós (eu e Julia, é claro, rs!) fizemos um tratamento capilar So Pure ano passado, com a nossa Mestra da Juba Rose Felix, dá pra ver o processo todinho em vídeo, vi agora e deu muita vontade fazer de novo! (só clicar aqui)

E voilá, mais saúde na cabeça, nos corpos e nos cabelos, se nós não mudarmos nosso jeito de pensar e agir, a indústria também não vai mudar, e continuará  nos vendendo veneno. Pra vocês verem que eu não estou exagerando, deixo aqui um mini-documentário sobre a história dos cosméticos, é imperdível!

quinta-feira

22

janeiro 2015

0

COMMENTS

Nova propaganda da Aussie com o “Shit Girls Say” é um hit do youtube

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS

Captura de Tela 2015-01-22 às 16.04.56

Gente,

nós acabamos de ver a nova propaganda da Aussie e rimos muito! Inclusive ela termina falando, “Deixe o hair drama pra lá”. A Aussie é uma marca americana, gigante, vendida internacionalmente e é algo bem próximo de um Pantene ou Dove.  A propaganda é feita com o “Shit Girls Say” uma websérie de comédia que já faz muito sucesso na internet há um tempo, mas nós nunca tínhamos ouvido falar. Os caras são maravilhosos, é bem estereotipado, mas é engraçado, não dá pra levar tudo a sério, né gente, rs! Vale a pena dar uma olhada no canal deles (só clicar aqui).

Nós fizemos legendas em português pra não deixar ninguém de fora, queremos compartilhar essa pérola com todo mundo, porque é uma delícia. Aproveitem!!!

terça-feira

20

janeiro 2015

2

COMMENTS

Precisamos ter coragem pra mudar. Post escrito por Pâmela Côto.

Written by , Posted in Convidados, LOOKS

foto 1

A queridíssima Pamela Côto, nossa amiga atriz e seguidora do nosso hairdrama, escreveu esse post pra gente, contando um pouco da sua dificuldade em mudar os cabelos.

Cabelo é um troço engraçado: O que é fácil pra umas, é difícil para outras. Não tem regra.  E como sabemos que ele é um elemento transformador para a mulher, tem que se sentir segura mesmo para arriscar uma mudança.

Aqui vai o relato dela:

 POR PÂMELA CÔTO

Como fã do Hairdrama e medrosa que sou para mudar os cabelos, a ida ao salão é sempre um grande evento pra mim. Resolvi, então, registrar um pouco do meu momento volta ao loiro e adeus aos longos.

Eu cultivei madeixas longas quase a vida inteira. Consigo contar em meia mão a quantidade de cortes significativos que eu considerei uma radicalização: Por duas vezes, só duas vezes! Numa cortei os cabelos na altura dos ombros,  e na outra um pouco mais a cima. A primeira vez a contra-gosto e cheia de picotes, pra um trabalho fotográfico. A segunda há 3 anos, com um long bob por desejo mesmo.

Esse ano foi a vez de escurecer os cabelos. Precisei deixá-los castanhos escuros pra uma série e adorei o pretexto e o resultado. Mas como foi feito uso de tonalizante e não tinta, depois de alguns meses o cabelo começou a ficar com uma cor de burro-quando-foge, e depois a se aproximar da cor do meu cabelo natural, um loiro escuro que eu confesso achar bem sem sal. Já faz tanto tempo que eu faço mechas mais claras, e amo, que até a minha mãe disse que essa não era o cor do meu cabelo – “não,  é  muito mais claro!” Ou ela ficou com a memória da minha loirice de infãncia dourada das férias na Região dos Lagos, ou as mechas que a Karla faz (a minha fiel hair stylist) realmente me deixam com cara de que eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim!

Seja como for, é por isso que eu digo que resolvi “voltar ao loiro”. Ao loiro que eu já tive um dia naturalmente e ao loiro que me deixa fazer as pazes com o espelho que cisma em não me reconhecer diferente. Ah! E junto com isso, o terceiro corte da vida, que me fez refletir por meses. Dessa vez o espelho, que conversa muito comigo, exigiu mudanças. Disse que aquele longo já tinha dado. Que alguma coisa em mim mudou e o meu cabelo precisava acompanhar a mudança. Demorei mas topei. E agora, adorando a mudança, não paro de mexer no cabelo e mostrar pra ele, o espelho. Espelho, espelho meu… e agora, já me reconhece, pô?!

Agradecimentos especiais à Karla Guerra, do Salão Belíssima Beauty no Leblon.

pickerimage

Cabelo médio/cabelo longo loiríssimo

pickerimage(1)

Castanho para “Milagres de Jesus” na Record/Mais claro para a série “Meus dias de rock”

pickerimage(2)

Novo corte

domingo

18

janeiro 2015

4

COMMENTS

Cortes pra esse verão que está um forno!

Written by , Posted in LOOKS, SELEÇÃO HAIRDRAMA

Julianne-Hough marieclaire.co.uk

Gente, nós sabemos que o verão tá coisa séria – estamos  praticamente vivendo numa sauna. E nos dias que o Rio de Janeiro, por exemplo, tem proporcionado, nem pelado rola, rs! Cabelo comprido então, é tipo cobertor na cabeça.  Pra quem sempre teve vontade e nunca coragem de cortar as madeixas mais curtinhas, agora é a melhor hora pra encarar uma mudança. Nós então pra botar um pouco mais de pilha, fizemos uma seleção de cabelos curtos, são muitas opções – para as mais corajosas e para aquelas que vão aos poucos. É muita inspiração, e dá vontade de ter todos. Tomara que esse post realmente traga mudanças! Cabelo curto é lindo e a cara do verão e quase um ato de sobrevivência, rs!

abeautifullittlelife.com  dailymail.co.uk fashionmio.com girlswithshorthair.tumblr.com glamasia.com harpersbazaar.com hercampus.com Julianne-Hough marieclaire.co.uk karlie-kloss-fashiongonerogue kirsten dunst vogue.es lovelylydyedlocks.tumblr.com luckymag.com marieclaire.co.uk pophaircuts.com pophaircuts.com popular haircuts style craze usmagazine.com wavygirlhairstyles.com www.pophaircuts.com www.prettydesigns.com becomegourgeous.com

buzzfeed.com

 

violetgrey.hardpin

terça-feira

13

janeiro 2015

4

COMMENTS

Voltando ao “normal”: um diário do último dia colorido

Written by , Posted in HAIRDRAMAS, Mestres das Jubas

cabeça colorida

Por Diana Herzog

Rio de Janeiro, 22 de Novembro de 2014.

Eu estou aqui contando os minutos ou tentando não contar os minutos para voltar ao “normal”. Estou realmente com o coração apertado e um medo enorme de me ver loira ou morena (ainda não sei a cor que vou colocar) e não me reconhecer, não gostar mais. Sinto isso de verdade. Esses dois meses de cor foram únicos, nunca mudei tantas vezes de colorido, eu explico: o rosa ou o azul, enfim o colorido, você coloca, mas sai todo dia um pouquinho no banho, então todo dia é diferente, todo dia eu me via com um novo tom. As pessoas não entendem, porque realmente, se você parar para pensar, ter o cabelo rosa já é “esquisito”, mas é realmente uma experiência um dia ter ele rosa, outro dia ter roxo, rosa claro, rosa branco, depois rosa pink, enfim… cada dia uma cor, um tom, cada dia um encontro comigo mesma. E cabelo é realmente isso, ele muda a gente, ele muda a gente de fora para dentro, e agora pensando bem de dentro para fora. Mas é isso, durante esses dois meses me senti outra, mais segura, mais interessante, e na maioria das vezes não lembrava de estar “diferente”, porque assim, não sei vocês, mas eu não ando com espelho na mão, rs! Então a minha sensação, meu diálogo comigo mesma e com o mundo mudou por causa da cor, apesar de muitas vezes estar “colorida” não passava pelo meu pensamento, mas não sei, acho que eu já era outra. E agora o medo de mudar, de voltar, de não me encontrar mais, de não conseguir mais enxergar essa Diana que eu conheci nos últimos dois meses. Eu imagino que deve ter gente achando que a cor me deixou um pouco esquizofrênica, lendo esse texto, rs, mas é o que eu estou sentindo e é estranho. Será que essa Diana vai continuar por aqui mesmo sem cor, será que eu me conectei com um lado que eu não conhecia e agora ele vai me acompanhar independentemente do cabelo? Ou será que vai embora no primeiro segundo em que me olhar no espelho sem o rosa.

Eu imagino também que deve ter gente pensando, nossa quanto superficialidade, é só aparência, a superfície, blá blá blá… Mas a sensação que eu tenho, é que é alma, e não é a toa que eu e Julia criamos esse blog, porque cabelo é transformador, cabelo é energia. Mesmo! Enfim… muitas coisas, muitos sentimentos… deixo o computador agora para me arrumar, pegar minha bike, meu capacete rosa (que será minha única maneira de ter o rosa na cabeça, rs) e voar para o salão para encontrar com o nosso super querido e talentos Alê Carvalho (mestre da juba) e me reencontrar ou me desencontrar.

voltando ao normal

Antes e depois… a cara da felicidade (só que não) logo antes de sair de casa pra tirar o roxo, rsrs!

cabeça colorida

Vida em cores!

sábado

10

janeiro 2015

0

COMMENTS

Tutorial: coque rosquinha SEM GRAMPO!!!

Written by , Posted in LOOKS, NO CLIMA BALLET FITNESS, Tutorial

foto

Pode até não ser uma grande novidade, mas nós achamos demais e super simples e por isso fizemos esse tutorial de 90 segundos.

A Ana Cecília é bailarina professora de Ballet Fitness e tem uma cabelo lindo e sempre aparece impecável pra dar aula, parece uma boneca, mas não tem jeito nós só olhamos pro cabelo, rs! E ela nos mostrou que pra fazer um coque lindo assim você só precisa de uma rosquinha (pode ser comprada pronta ou feita em casa com uma meia, veja o nosso tutorial ) e claro cabelo, coisa que nós duas não temos muito, HAIRDRAMA!!!

Então cabeludas aproveitem!!!