HAIRDRAMA

PRODUTOS Archive

terça-feira

17

março 2015

1

COMMENTS

Tintas naturais ou hairdrama ou como o meu cabelo ficou com mechas “verde cloro de piscina”

Written by , Posted in Dicas Bio, HAIRDRAMA VIAJANDO, HAIRDRAMAS, LOOKS, PRODUTOS, REVIEW

image_1

Por Diana Herzog

Passei dois meses estudando em Paris… ah, Paris… os parques, as ruas cheias de gente mesmo à zero grau, cafés, museus, teatro, shows e um mundo de produtos orgânicos. Confesso que essa cidade me emociona muito, mas a emoção que eu senti tendo acesso a tantas escolhas de produtos orgânicos, tanto para beleza, quanto alimentação, limpeza, etc… foi única. Já há algum tempo eu venho mudando os meus hábitos, trocando o meu desodorante por um sem alumínio, indo a feira orgânica toda terça, e experimentando produtos como o que eu já recomendei por aqui (Keune So Pure).

No Brasil é difícil achar produtos orgânicos ou naturais de beleza pra comprar, nós temos a Renata Esteves que faz um belíssimo trabalho através do site Beleza Orgânica, mas nós precisamos, também, que esses produtos existam nas prateleiras das farmácias Pachecos e Venâncios da vida, em lojas especializadas ou até em supermercados, e claro à preços possíveis. Por isso minha emoção foi tão grande ao entrar no Bio C’ Bon, um mercado de orgânicos e achar quase que uma mini farmácia de beleza orgânica. Fiquei louca e até postei no instagram e me  dei a missão de experimentar o máximo de produtos que dois meses e o meu bolso permitissem.

EuIMG_3161 fiquei tão empenhada na missão, que hoje me encontro com mechas verdes no cabelo, sabe aquele verde de quem é loiro e nada numa piscina com cloro, pois é assim que eu ainda estou, rs! Eu tenho muitos fios brancos, e já sabia das várias opções de tintas naturais que eu encontraria. Já na primeira semana comprei a Color & Soin que é uma cor permanente com extratos vegetais. É difícil escolher, são várias opções de marcas, mas o mais complicado mesmo é entender a cor, eu comprei num mercado natural, então não havia palheta de cores, e as caixas mal vem com uma foto da cor (como isso realmente fizesse diferença, rs), então tem que confiar e ir na sorte.
Escolhi o “Blond Miel” (loiro mel), fui pra casa animada e com medo, porque tinta é um mistério, ainda mais quando se mexe com loiro, a gente nunca sabe quando vai sair um laranja. Fiquei muito aflita durante o processo e enquanto esperava o tempo da tinta, rezava um pouquinho pra que tudo desse certo. A reza foi forte e deu super certo. Eu amei a cor, ficou um loiro mel bem bonito e também melhorou a textura do meu cabelo. Ah! Quando fiz a mistura da tinta e apliquei no cabelo fiquei impressionada com a suavidade do produto, não tinha aquele cheiro forte de tinta, não tinha cheiro nenhum na verdade, e também não senti nenhuma ardência ou coceira no coro cabeludo, foi uma beleza!

Bom, a minha felicidade durou quase 4 semanas, os fios brancos começaram a interromper a harmonia daquele loiro mel IMG_3570 que eu nunca tinha tido, saquinho! Me encontrei numa dúvida cruel, comprar a mesma tinta e garantir a cor que estava me fazendo tão feliz, ou continuar na minha missão – experimentar o máximo de produtos pra poder compartilhar aqui no blog. Meu dever com o Hairdrama falou mais alto, e eu disse “au revoir” ao loiro mel. Dessa vez comprei a tinta no Naturalia, um outro mercado orgânico um pouco mais simples que o outro. Comprei  a cor “Blond Moyen” (meio loiro) do Beliflor. Tive a sensação de ser tão suave quanto o Color & Soin, e mais uma vez durante o processo, comecei a rezar pra que não ficasse laranja. Bom, a reza deu certo, laranja não ficou, rs! Não sei até agora o que aconteceu, mas tenho a impressão de que foi uma reação química entre as duas tintas e as mechas que já estava lá antes da minha viagem, porque foram só as mechas que ficaram esverdeadas, e foi isso que me irritou, porque fora as mechas a cor ficou incrível!!! Um mel brilhoso, apagado pelo verde opaco, rs! Fiquei arrasada. Mas é isso, tinta é química e quando não entendemos muito, é melhor ficar no seguro, a não ser que você tenha muito cabelo  e seja desprendida, rs!

 

 

IMG_3569 Me deu uma louca depois disso e eu comprei mais uma tinta de caixinha, a Korres uma marca Grega, dessa vez no Beauty Monop, loja que só fui entrar no final da viagem e nossa como me arrependi. É uma loja de produtos de beleza em geral, mas fiquei impressionada com a quantidade de opções de tinta mais suaves e com a aparência mais profissa. Escolhi o “light honey chestnut” (castanho mel claro), porque fico achando que o escuro sempre cobre (mas não sei se isso confere, afinal como já mostrado aqui, nunca sabemos quando vai haver uma reação química), mas ainda não tive coragem de experimentar.  Os brancos estão novamente tomando conta, eu continuo com mechas esverdeadas e não sei se chamo um mestre da juba pra me salvar ou se arrisco mais uma vez, afinal é mais uma marca pra compartilhar com vocês. :)

Ah! Quero deixar claro que o meu cabelo ter ficado verde não tem nada a ver com a qualidade do produto que eu utilizei, inclusive ambos tem aviso sobre a interferência de outros produtos, o problema foi eu querer misturar tudo. Recomendo os dois! E outra coisa, é que nenhuma dessas tintas é orgânica, na verdade não encontrei tinta orgânica, mas sim, tintas naturais, sem amônia, sem parabeno, sem silicone, sem óleo mineral, sem metal pesado, sem resorcionol, o que é uma maravilha, porque acho que das piores coisas pra nossa saúde se tratando de produtos de beleza, são as tinturas.

IMG_3170

Primeira tentativa: logo depois comecei a rezar.

cabelo mel

A cor que eu amei, e durou um mês :(

image

Hairdrama.

image_1

Ao vivo é pior!

-

sexta-feira

20

fevereiro 2015

4

COMMENTS

Penetrait – máscara milagrosa da Sebastian

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, PRODUTOS, REVIEW

foto 1

Esse post é da categoria “Review” onde experimentamos um produto e viemos aqui contar o que achamos dele.

Por Julia Lund 

Bom, hoje é pra falar da máscara Penetrait da Sebastian, que, juro, acho milagrosa! Lá no site da Sebastian Brasil a especificação do produto é a seguinte:

MÁSCARA FORTALECEDORA E REPARADORA

Possuem ingredientes especialmente combinados para agirem sobre os cabelos extremamente danificados pelo excesso de tratamentos químicos e por danos causados por ferramentas térmicas. Condicionam e fortalecem os fios.

Dito e feito! É exatamente isso o que ela faz.

Porém, algumas questões: é um tratamento feito prioritariamente nos salões profissionais, mas existem duas versões do produto (250ml e 500ml) para a venda com a finalidade de fazer o tratamento em casa. A moça que me vendeu essa máscara e também as pesquisas que fiz na internet, afirmam que elas possuem diferenças entre si. A 250ml é um pouco mais fraca e não precisa de calor para fazer efeito, já a de 500ml (super potente) é de uso profissional e só age a base de alguma fonte de calor. Como eu sou abusada, comprei a de 500ml. Ela é mais difícil e mais trabalhosa de usar mesmo. Eu faço assim: Lavo o cabelo, tiro bem o excesso de água, desligo o chuveiro (olha o gasto de água aí galera rs) aplico a quantidade de produto que coloquei na foto abaixo, e vou mecha por mecha massageando cabelo. Daí pego o secador e jogo calor durante 10 minutos, o cabelo fica bem duro, é normal! Espero dar uma esfriada e lavo, tiro bem o produto. Pra finalizar, passo um condicionador, apesar de achar que não precisa porque o cabelo já está super desembaraçado, mas sei lá, me falaram que era bom fazer isso e eu acreditei rs. O banho, como um todo, dura horas, dá uma preguiça danada, mas compensa. Meu cabelo fica muito bom, com um super brilho e maciez. Eu realmente sinto o tratamento fazendo efeito.

Mas, vejam bem, é um tratamento forte que não pode ser feito toda a semana, eu faço de 15 em 15 dias e é o suficiente. Dizem que como essa máscara possui muita proteína, se usada em excesso, pode acabar fazendo mais mal do que bem pros cabelos, principalmente se forem fios fracos e finos como os meus. Então, Be Careful :)

Um coisa que não é tão bacana, é o preço dela, é bem cara, mas sinceramente, acho que vale cada centavo, até porque dura muito. Como esse post não é patrocinado, aliás, nenhum aqui do nosso blog é, eu comprei a minha, mas não me arrependi de ter gasto, pelo contrário, achei um ótimo investimento.

É isso. Quem se anima?

foto(1)

 

 

quarta-feira

28

janeiro 2015

5

COMMENTS

Keune So Pure – Menos química e mais saúde.

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, PRODUTOS

sopurekeune

Por Diana Herzog

sopurekeuneDurante um mês usei o So Pure Color Care Shampoo e Condicionador da Keune, e nesses 30 dias senti meus fios agradecidos e felizes.

Esperei tirar a tinta fantasia do cabelo para poder ter uma experiência válida com a linha So Pure da Keune. Digo válida, porque essa linha se propõe a ser “Eco Friendly” – produtos com menos toxinas, menos prejudiciais à natureza e ao nosso corpo (digo corpo, porque o que usamos não afeta apenas nossas madeixas, e sim nosso sistema todo, fizemos um post sobre “slow beauty”,  quem tiver interesse, clique aqui). “Todos os produtos são livres de parabenos e sulfatos, não possuem fragrâncias ou corantes artificiais, nem materiais de origem animal” (citação do próprio site da marca) Então, gente, como é que eu podia experimentar uma linha com uma composição mais leve e natural, colocando tinta rosa (acho que é o produto mais sinistro das químicas) toda semana no cabelo? rs! Não seria justo.

Com o cabelo de volta “ao normal” o So Pure entrou na minha rotina, e já no primeiro dia de aplicação estranhei um pouco o contato com ambos – shampoo e condicionador. Deixa eu explicar melhor, todos os shampoos que vendem por aí, dos mais baratos aos mais caros, TODOS, contém SODIUM LAURETH SULFATE (Lauril ou Laureth Sulfato de sódio), que é digamos o pai da espuma, o responsável por gerar toda aquela brancura cheirosa que nos faz achar que estamos lavando e hidratando os nossos cabelos. Então, esse tal de Sodium Laureth Sulfate, é um horror! Já foram feitos mais de 16,000 estudos sobre o “SLS” e todos revelam problemas, por exemplo: irritação na pele e olhos, toxicidade em órgãos, neurotoxicidade, problemas endocrinólogicos, possíveis mutações, câncer, entre vários outros, essa página tem mais informação ou você pode ir direto para o google, e o retorno da busca é assustador, não salva um, rs!

Captura de Tela 2015-01-26 às 17.57.19

Uma listinha pra ajudar na hora de ler a composição de um cosmético. :)!

Voltamos ao shampoo,  então quando o “SLS” é tirado de um produto como o shampoo, precisamos dizer “bye bye” espuminha, e alou nova sensação! Dependendo do produto e do grau “Bio” (orgânico) às vezes nem espuma faz, o shampoo So Pure, por exemplo faz pouca espuma. E pra gente que está acostumada a cobrir a cabeça de branco, é realmente muito estranho, a sensação é de que não tem suficiente, de que precisamos colocar mais e mais, mas NÃO PRECISA, é assim mesmo – menos química. A espuma é coisa bonita pra gente ver e sentir, mas não tem nada de bom, então fica a dica. Imagino que alguém com muito cabelo, talvez tenha um pouco mais de dificuldade de adaptação, mas se fosse eu insistiria na mudança :) – por cabeças mais saudáveis.

O Condicionador é a mesma coisa, não faz aquela camada envolvente que super escorrega nos fios, mas o condicionador So Pure escorrega, digo isso, porque já usei um condicionador xiita dos orgânicos e a sensação era realmente muito estranha, como se cabelo ficasse mais duro, rs, to falando que é estranho no início, rs! Mas gente, o momento de mudança é agora, temos vivências com produtos que são uma delícia de usar, mas que nos fazem muito mal sem que percebamos, então costume e adaptação vem com o tempo e perseverança, rs!

O cheiro dos dois é uma delícia, um cheiro de bom gosto sabe, me lembra massagem com óleos num spa, apesar deu nunca ter feito massagem com óleos num spa, rsrs! Mas é a sensação que deu, gostei muito!

Dito isso tudo, o que mais importa é o resultado! Estou muito satisfeita! Meu cabelo ficou bem bom, com brilho, com um pouco mais de peso, e com os fios soltinhos. A impressão é de mais saúde, acho que se cortasse meu cabelo, faria mais diferença ainda, estou com pontas bem castigadas. Eu só parei de usar por dois motivos: 1- viajei, vim para o sonho dos produtos orgânicos, então meu duro trabalho aqui, está sendo experimentar menos química, rs! 2- acabou.

O bom do So Pure é que vende no Brasil, diferente de todos os produtos que to conhecendo nessa minha viagem e que depois para continuar usando, dependo da boa vontade de outro viajante, rs! Quem tiver interesse pode achar na Beleza Orgânica, foi inclusive ela que nos recomendou o So Pure. (obrigada! <3) É uma loja online, onde vocês vão encontrar muitas outras marcas e opções orgânicas, vale a pena olhar!!!

Acabei de lembrar, que nós (eu e Julia, é claro, rs!) fizemos um tratamento capilar So Pure ano passado, com a nossa Mestra da Juba Rose Felix, dá pra ver o processo todinho em vídeo, vi agora e deu muita vontade fazer de novo! (só clicar aqui)

E voilá, mais saúde na cabeça, nos corpos e nos cabelos, se nós não mudarmos nosso jeito de pensar e agir, a indústria também não vai mudar, e continuará  nos vendendo veneno. Pra vocês verem que eu não estou exagerando, deixo aqui um mini-documentário sobre a história dos cosméticos, é imperdível!

sábado

27

dezembro 2014

2

COMMENTS

Linha Discipline da Kérastase – cabelos domados, mas sem perder o movimento.

Written by , Posted in NO CLIMA BALLET FITNESS, PRODUTOS

Estamos um pouco atrasadas com esse post, mas antes tarde do que nunca, não é mesmo?

Bom, fomos convidadas pela Marcia Stein para conhecer o lançamento da linha Discipline da Kérastase. Na semana do quadrilátero do charme by Vogue em Ipanema, a L’Oréal em parceria com o Care fizeram um evento para lançar a linha Thermo Alinhamento Capilar Discipline. Fomos convidadas também para experimentar o tratamento feito no salão e ainda ganhamos 3 produtos para darmos prosseguimento em casa.

O conceito dessa nova linha da Kérastase foi inspirado no ballet clássico, principalmente na disciplina que as bailarinas precisam ter para alcançar seus resultados. O slogan é: Disciplina, mas sem perder o movimento. Ou seja, a linha se propõe a domar aqueles fios mais revoltados e baixar o frizz, mas sem endurecer o cabelo.

E sabem quem foi a escolhida para divulgar e fazer o lançamento aqui Brasil? A nossa querida Betina Dantas (post coque Betina Dantas ) criadora oficial do ballet fitness, quem acompanha o blog já sabe que somos fãs e seguidoras da técnica.

Como vocês vão ver no vídeo, achamos o tratamento feito no salão muito bom. O cabelo sai muito macio e cheiroso, e disciplinado rs. Desde lá estamos usando os produtos e super aprovamos. O spray e a máscara são realmente eficientes e dão um trato no cabelo, a sensação que temos é que cada fio é encapado e ganha um peso que normalmente nós de cabelo fininhos não sentimos, é uma beleza! Isso tudo graças a um novo complexo chamado morfo-queratina. É um tratamento de disciplina intensa, sem alterar a fibra capilar, ou seja, não é um processo químico.

A linha Discipline propõe:

Controle: anti-frizz, anti-umidade.

Escova: maior rapidez e duração.

Qualidade do fio: brilho, maciez e movimento.

Abaixo seguem os 3 produtos que ganhamos e suas especificações.

foto(1)

 

1. Shampoo Bain Fluidealiste: Disciplina com fluidez e leveza, para o movimento ideal. Toque maleável e macio. Indicação: uso diário.

2. Maskeratine: Ação reforçada contra o frizz, facilita a escivação, alinhamento intenso da superfície capilar. Indicação: 1 x por semana.

3. Fluidissime: Sem enxágue. Ação anti-frizz e antiumidade por até 72 horas. Facilita a escovação e protege do calor.Maciez instantânea e brilho intenso com toque leve. Indicação: uso diário com ou sem utilização de calor.

Desses 3 produtos, se você tiver que escolher um para comprar, nós indicamos a Maskeratine. Já dá para sentir o efeito logo na primeira passada. No vídeo, a Renata, consultora da Kérastase explica melhor a ação desses produtos.

 

 

 

 

 

 

terça-feira

9

dezembro 2014

0

COMMENTS

Barbearia está de volta! Esse é só para os homens ou para as mulheres dos homens, rs!

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, Hairdrama masculino, HAIRDRAMAS, LOOKS, PRODUTOS

P1060526

 

P1060526

No studio da Carla.

As barbearias estão de volta! Já faz muito tempo que saiu de moda homem querer cuidar do próprio cabelo, inclusive não só saiu de moda como virou uma opressão, homem cuidando do cabelo… só careca. Virou cool, homem dizer que não faz nada no cabelo, que paga $5 reais pra cortar ou que não lembra a última vez que penteou. Ah! Queremos deixar claro que também gostamos desse estilo bagunçado, mas só isso como opção e ditadura capilar masculina fica beeem chato. Tem que haver espaço pra tudo, e a verdade é que os espaços pra cortes masculinos foram aos poucos diminuindo… o barbeiro… só aquele mesmo antigo que cortava o cabelo  do meu avô.

E ainda bem que isso tudo vem mudando, lá em NY já é moda há muito tempo, nós nem sabemos se chegou a sair de moda, mas por aqui sim, saiu, mas graças a deus estamos sendo contagiados. Ainda temos poucas opções, exceto São Paulo que está cheio de barbearias, fizemos uma pesquisa rápida e o que não falta é lugar bacana, estiloso, retrô, que oferecem várias coisas, entre elas até um bar com inúmeros rótulos de cervejas importadas. Deu muita vontade de ir, tipo agora! Mas como moramos no Rio não rola, né. Por aqui a coisa ainda é fraca, tem um ou outro dentro de shopping e não tão charmosos como os de SP. Mas do jeito que coisa tá indo rápido, já já aparece um. O que temos aqui é o Studio da Carla Biriba, maquiadora e hairstylist incrível (super especiliazada em corte masculino, poderíamos até dizer que ela é barbeira, rs!) que já deu dicas sobre cachos pro blog. P1060540 Eu, Diana, fui acompanhar o meu marido Luiz André Alvim, cortar o cabelo com a Carla. E foi demais, ela cortou o cabelo dele lindamente, dá pra ver no vídeo, e nós amamos o resultado, e eu não estou exagerando, a última vez que ele curtiu um corte, foi numa barbearia no Brooklyn que inclusive virou até post. O marido da Carla, o Ciro Luporini acabou de voltar de Londres, onde foi estudar barbearia, e agora já está atendendo os homens do Rio. Então quer dizer, temos uma power couple liderando esse movimento aqui na cidade maravilhosa. Em BH, interior de São Paulo, Curitiba, Brasilia, também tem barbearias, enfim… dêem uma busca na internet, talvez achem uma opção perto, e se ainda não tiver nenhuma… olha aí, um bom negócio pra começar, rs!

A coisa tá ficando tão, tão na moda, que a Axe acabou de lançar a Matte Effect, uma linha de produtos só pra cabelos, com cera modeladora, spray, etc… é uma beleza, a Carla usou no Luiz André, inclusive foi ela que nos deu a dica. axe

Então gente o que fica é, homens com cabelos modelados, bem cortados e estilosos estão back in, e nós estamos felizes da vida, porque também gostamos desse look mais urbano e retrô. Mas o mais importante disso tudo é: o homem poder se sentir a vontade pra fazer o que quiser e usar o cabelo como bem entender, sem ser taxado de nomes – cá pra nós, preconceituosos, equivocados e desnecessários.

Partiu barbearia!

São Paulo liderando a tendência:

barbearia 9 de julho_

Barbearia 9 de Julho, das pioneiras em São Paulo

retro hair 2_

Retrô Hair no espaço também tem um salão de beleza feminino.

barbearia corleone

A Barbearia Corleone é a que tem um cardápio extenso de cervejas importadas.

 

segunda-feira

13

outubro 2014

5

COMMENTS

Slow Beauty – pensando além da imagem

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, PRODUTOS

IMG_1265

IMG_1265Fomos convidadas a participar de um workshop sobre Slow Beauty, dado pelas queridas Malu Paes Leme (fundadora da Alimentação Inteligente), Renata Esteves (fundadora do Beleza Orgânica) e Ananda Boschilia (representante da Alva Cosméticos) e gente, foi uma experiência completamente transformadora, para nós duas. Já tínhamos ouvido falar sobre esse conceito de slow beauty, assim como o do slow food, mas ainda não aplicávamos diretamente nas nossas rotinas, quer dizer, eu (Diana) aplicava um pouco mais,  eu (Julia) um pouco menos, rs. O fato é que esse encontro realmente mudou os nossos paradigmas! Nunca mais consigueremos olhar para um simples sabonete, sem antes ler todos os tóxicos que existem nele. É muito sério isso gente! Estamos nos intoxicando cada vez mais, e não estamos nos dando conta disso. Claro que não dá para mudar do dia para a noite todos os nossos hábitos, assim como todos os produtos que utilizamos, mas dá para aos poucos irmos tomando consciência do que consumimos e nos transformar gradualmente.
O dia que passamos juntas foi incrível nesse sentido, porque bastou algumas horas para gerar uma mudança para o resto da vida. O workshop começou com a Malu dando uma palestra/demostração sobre o que chama de Alimentação Inteligente, e nos ensinou algumas receitas veganas e mega saudáveis (as receitas estão no link da Malu); depois foi a vez da Renata falar sobre beleza orgânica – produtos de beleza caseiros, produtos naturais que fazem um bem danado a pele, sem te intoxicar com alumínio e parabenos; por fim a Ananda Boschilia falou sobre a Alva, marca alemã de produtos de beleza 100% orgânicos e naturais.
Trazendo o assunto aqui pro Hairdrama, descobrimos uma série de possibilidades de shampoos e cremes naturais, sem sulfato, que podem ser trocados pelos nossos de sempre, ou pelo menos, alternados com aqueles que já estamos acostumadas a usar e que amamos, rs.
Não é fácil viu gente, mas é possível! Se pensarmos que TODOS os produtos (pasta de dente, shampoo, creme, leave in, hidratantes corporais, maquiagem, bb cream…) não orgânicos que utilizamos contém uma porcetagem de alumínio, entre outros componentes mais danosos, e que talvez sozinhos não façam grande estrago no corpo, mas que somados à todos os outros, podem desequilibrar nossos organismos, porque não trocar?
Todo mundo que participou recebeu um email com todas as informações tratadas durante o workshop, e mais alguma coisa: receitas, dicas, ajuda a entender mais sobre protetor solar, desodorante, porque orgânico é mais caro, quais componentes devemos procurar na embalagem antes de comprar, etc… é muita coisa gente!!! Vale a pena ganhar tempo lendo esse post. E como já devem ter percebido, achamos tudo tão importante e interessante que vamos manter na íntegra o email, só separando por páginas pra não confundir.
Enfim, esperamos que esse post toque vocês assim como o workshop tocou a gente 😉

 

1- Beleza Orgânica por Renata Esteves : mais sobre produtos e cosméticos orgânicos

2- Alimentação Inteligente por Malu Paes Leme: receitas, dicas sobre alimentação, e indicação de livros. 

3- Alva Cosméticos por Ananda Boschilia: entendendo o mercado orgânico de cosméticos, porque é importante e faz tanta diferença. E ainda tem um guia pra entender melhor desodorante orgânico – clique aqui

Ainda dois vídeos que explicam essa indústria que temos tanta dificuldade em entender. Vale muito a pena!!! Dos mesmos criadores da “História das Coisas”

segunda-feira

29

setembro 2014

1

COMMENTS

Chegando no rosa!!!

Written by , Posted in LOOKS, Mestres das Jubas, PRODUTOS, TROCA TROCA - PERSONAGENS

P1060131

Por Diana Herzog

Bom a primeira parte vocês já viram, fiquei três dias com o cabelo platinado amarelo, quando cheguei no salão pra colocar o rosa já estava num estado mega feliz aliviada, rs!

Cheguei com uma tinta de uma marca que eu não conhecia, bem mais barata e que tinha o tom mais magenta, mais próximo da referência que o diretor tinha nos mandado. Resolvemos experimentar por causa da cor e foi um desastre, a tinta não pegou, meu cabelo espigou inteiro, fiquei tensa, na verdade quase apavorada de ficar com uma cabeça parecendo um pavão maluco. jean's color Percebemos que devíamos ter ido direto pro pink do Jean’s Color da Alfaparf, e funcionou que é uma beleza! O Alê aplicou a tinta direto no cabelo seco e deixou uns 5 minutos, porque já tínhamos feito uma mecha teste e sabíamos que no meu cabelo pegava muito rápido. E foi assim, em pouco mais de 5 minutos estava com a cabeça fosforescente, gente essa cor da Alfaparf é mega acesa, fica pink pink pink! Saí na rua nesse dia a sensação é de que eu estava andando com uma melância na cabeça, todo mundo olhava, rs! Foi uma onda! Mas fiquei tranquila, porque tinha visto como a mecha teste tinha desbotado em poucos dias, então tinha certeza de que aquela cor não ficaria, ufa! E não deu outra, pintei na terça e no sábado já estava rosa claro com a cor perfeita pro filme!

Aqui vão algumas dicas pra quem estiver tomando coragem pra fazer a mesma coisa:

– A tinta sai todo dia na lavagem, a espuma é rosa, e quando a cor ainda tá viva a toalha também fica um pouco rosa mas não mancha. Me falaram que fronha ficaria manchada, mas na real só na primeira noite, manchou um pouquinho, depois disso nunca mais.

– Como eu não curti o tom super pink original, segui a dica do Alê e diluí a tinta num condicionador e apliquei no cabelo molhado no banho antes do shampoo.

– Eu apliquei de vários jeitos, com pente, com pincel, com luvas. Se você quiser cobrir a cabeça toda a boa é passar um pente fino no cabelo, super funciona.

– Sempre use luvas!

– Se você quiser fazer só as pontas, coisa que fui fazer ontem, não precisa nem de pente, faz a misturinha da tinta com condicionador, coloca a luva e passa com a mão mesmo nas pontas. Deixa um pouquinho e depois tira.

– Se você colocou a tinta, ficou muito forte e você odiou, usa um shampoo de limpeza profunda que sai bastante, só não pode usar mais de uma vez por semana porque acaba com os fios. Dica da Diandra Ferreira (DI_FERREIRA no instagrama), dona de uma cabeça colorida.

– E se você gosta do tom clarinho se prepara pra pintar o cabelo a cada dois dias no banho. Porque como já falei sai muuuuuito!!!

P1060132– Ah! A Fernanda assistente do Alê colocou no meu cabelo um shampoo e máscara da Kerastase que fizeram milagre! Ainda não consegui comprar e por isso meu cabelo tem estado de mal comigo, rs! E tem também a dica que a Julia ja deu do vinagre de maça com a água depois do banho, é incrível!!!

Eu fiquei super feliz com o cabelo rosa, é realmente um experiência, eu recomendo a todos. Mas lembrem que descolorir é uma bosta e realmente detona muito os fios, mas pra fazer uma vez na vida vale muito a pena! O mundo colorido é bem bom!

E agora algumas fotos!!

rosa

Essa era a referência.

P1060122

Primeira tentativa, foi um haidrama.

P1060181

Isso aqui já na Bolívia.

P1060133

Com o Alê a e Fernanda e uma cabeça acesa!

P1060124

Agora já colocando a Jean’s Color, entre o platinado e o rosa, que ainda não tá rosa né.

P1060131

Nos finalmentes!

P1060128

Tinha acabado de olhar o tom da cor, e naquele momento cheguei a achar que fosse ficar vermelho sangue, rs

IMG_1585

Me achando revolt com uma toalha branca na cabeça, aff, rs

IMG_1580

Foto mais colorida de todas!

Captura de Tela 2014-09-15 às 15.22.03

Esse tom de rosa eu gosto!

image-4

Aqui foi dessa última vez que fiz só as pontas. Acho que até agora o meu preferido.

 

quarta-feira

17

setembro 2014

0

COMMENTS

Do ruivo ao loiro… Ainda em processo…

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, LOOKS, PRODUTOS, TROCA TROCA - PERSONAGENS

Equipe toda reunida: Alexandre, eu, Martinha e João.
Equipe toda reunida: Alexandre, eu, Martinha e João.

Equipe toda reunida: Alexandre, eu, Martinha e João.

Parece brincadeira mas ainda existe um “ruivo” no meu cabelo. Claro que estou muito mais loira do que ruiva, mas a sensação que eu tenho, é que só deixando crescer e cortando pra ele sair de vez.

Eu fui acompanhar a Diana no dia que em que ela começou a transformação para o rosa, daí quando o João Bosco me viu, falou: “Senta aqui, vamos clarear mais esse cabelo!” E eu é claro, fui.

Estou adorando a cor que está: meio loiro, meio cinza, meio vermelho, é uma onda! O que é mais impressionante nesse processo do João, é que os meus fios não estão detonados, as pontas estão um pouco secas, mas isso elas sempre foram. Para tirar o pigmento vermelho do cabelo, só existem três opções (eu acho, pode ser que existam outras formas, mas eu só sei dessas 3 rs):

1. Descolorir o cabelo

2. Matizar com um tom mais escuro que o vermelho

3. Deixar crescer e cortar

Dessa vez decidimos pela segunda opção, e posso afirmar que foi a melhor, afinal já sou experiente no assunto (para ver o post clique aqui ). Os produtos que tenho usado, também tem ajudado bastante: O shampoo e o condicionador do Jonh Frieda para loiras; o shampoo silver da Bioderm uma vez por semana; a máscara de tratamento K-Pak da Joico uma vez por semana; as ampolas de tratamento da TRESemmé; e ao final do banho eu jogo vinagre de maça como uma última lavada no cabelo. Essa dica do vinagre também foi do João Bosco, ele ajuda a fechar a cutícula do cabelo e por conseqüência dá mais brilho. A medida é meio no olho mesmo, é um copo grande de água e mais ou menos uma tampinha do vinagre. Na hora fica um cheiro forte, mas sai logo. Ah, e com os cabelos úmidos, eu passo um pouco do leave in RD.

Bom, fizemos um videozinho rápido dessa segunda parte da “transformação ruivo-loiro”.

E aqui os produtos que têm me salvado:

produtosjulia

Captura de Tela 2014-08-27 às 13.37.53

João Bosco

 

João Bosco tem grande experiência como colorista, tendo viajado o mundo para conquistar sua técnica. Trabalhou muitos anos na franquia francesa Jacques Dessange, e fez cursos no Tony and Guy em Londres, Jacques Dessange Paris, Vidal Sasson Alemanha, Los Angeles entre outros. Tem entre suas clientes diversos artistas e jornalistas. Há seis anos trabalha no Crystal Hair Leblon.

 

Cristal Hair Leblon

 

Endereço: Rua Almirante Guilhem, 255 – Leblon, Rio de Janeiro – RJ, 22440-000

Telefone:(21) 2512-4342

quinta-feira

21

agosto 2014

14

COMMENTS

GK Hair- tratamento ou alisamento?

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, Mestres das Jubas, PRODUTOS

gk2meses

Por Diana Herzog

Bom primeiro quero deixar muito claro: pra quem ainda não sabe – amo volume e cachos! Acho lindo! Quando meu cabelo está um pouco mais comprido, passo o dia amassando os fios pra ver se faz alguma diferença. E também não gosto dessa moda do liso chapado sem textura, cabelo com textura é a personalidade da pessoa, minha opinião, né gente. Mas eu sei que têm vezes que odiamos os nossos cabelos, na verdade nem importa o tipo, quem tem liso quer mais textura, quem tem pouco volume quer mais volume e vice-versa, que tem crespo quer liso… E no meio disso tudo, ainda tem a moda, que acaba direcionado as tendências e nos fazendo nos sentir ora adequadas, ora inadequadas, e isso é muito ruim. Estou escrevendo isso tudo, porque essa história de querer parecer o outro, me incomoda muito – adolescente eu tinha muito cabelo, com muito volume, fio grosso e cachos e eu odiava! Com 12 anos comecei a fazer escova todo dia de manhã, era pra lá de uma hora pra esticar o cabelo todo, e mesmo assim eu botava o pé na rua e meu fios inflavam por causa de umidade e eu parecia um poodle, e acabava ficando com o cabelo preso o dia todo. Há muitos anos tudo mudou, perdi cabelo, volume, textura e os fios coitadinhos ficaram fininhos e é claro que fiquei passada, percebi como tinha um cabelo incrível e nunca soube aproveitar. Mas é assim né, temos muita dificuldades em ficar satisfeitas, rs!

Sempre que uso franja, acabo fazendo algum tipo de alisamento e quando não faço viro escrava da chapinha, franja é coisa complicada, a gente sempre quer que fique certinha e meu cabelo ainda mais na frente, não tem jeito, é fino e leve, então ele sobe,  a franja não acontece e o único jeito é dar uma alisada. Conversando com o nosso mestre da juba, Alexandre Carvalho, disse que não aguentava mais fazer chapinha na franja, os fios já estavam todos queimados e perguntei se havia algum procedimento que ele me indicava, primeiro deixou claro que não trabalha com alisamento, relaxamento etc… Não faz isso, mas contou que tinha ajudado uma cliente sua a aplicar um produto americano que ela tinha acabado de trazer de viagem, o GK Hair, um tipo de relaxamento que não tem formol, que é a base de Juvexin, uma  proteína extraída da lã de ovelha. Falou que era bem mais leve que as opções que temos por aqui e que o cabelo dela tinha ficado uma belezura. Eu me animei e em nome do HAIRDRAMA, rs, resolvi fazer no cabelo todo pra saber como é; e também como meu cabelo estava muito curto, não tinha como fazer cachos, tentar volume, era tipo joãozinho, me via tendo que fazer chapinha quase nele todo, pra ter certeza que ia tudo pro lugar.

GK O Alê pegou um pouco emprestado com a sua cliente, super generosa, e testamos. Dado a fragilidade e finura do meu cabelo resolvemos juntos, duas coisas:

1. Deixamos apenas 15 minutos  (metade do que o tempo mínimo indicado nas instruções)

2. Após a secagem o produto não foi selado com chapinha (procedimento comum em todos os alisamentos)

E gente, foi bem incrível!  Quando ele tirou a toalha logo depois da aplicação do condicionador, os fios já estavam todos em seus lugares, rs! Confesso que nessa hora fiquei com medo de perder textura e volume, mas não deu nada disso, pelo contrário, fiquei muito satisfeita logo de cara.  Depois da primeira lavagem, o receio continuou, afinal, eu não entendo nada desses produtos, e todos sempre dizem que não tem formol, que são tratamentos, no primeiro momento é tudo flores e depois o sonho acaba e nos vemos com fios sofridos.

Hoje já faz dois meses e meu cabelo está ótimo! No vídeo dá pra ver o resultado um mês depois e também ótimo. A diferença é que de umas duas semanas pra cá, me deu preguiça e resolvi usar o secador, exceto na franja, é claro e está tudo lindo! A franja fica toda no lugar porque seco com secador e o resto tem volume, textura (coloco um pouco de sea spray) e mais importante saúde, meu cabelo não fica saudável assim, há muito tempo. Não sei se é só por causa do GK, tenho também tomado Biotina e usado óleo de coco com freqüência, mas que tá bom tá.

Eu não sei explicar os detalhes do produto, mas vocês podem ver tudo direitinho no site oficial (clique aqui), o que importa é a experiência que tive e continuo tendo. E o resto é só alegria!

Como estou hoje 2 meses depois:

gk2meses

Captura de Tela 2014-04-09 às 11.00.22

Alexandre Carvalho

 

Formado em Jornalismo, sempre esteve ligado aos eventos de moda onde começou a se interessar por cabelo. Entre uma pauta e outra, começou a dedicar suas horas vagas aos cursos de cabeleireiro e visagismo.

Completou dez anos de profissão com um curriculum bem diversificado, jacques Dessange Paris, Vidal Sassoon Alemanha e Los Angeles, Redken Em NY e Las Vegas , Bumble and Bumble NY, Toni and Guy Londres, Longueras Argentina, entre outros… Além de ter sido formado pela academia L’oreal de cabeleireiros no Brasil. Nesses dez anos de profissão, oito são dedicados a família Crystal hair no Leblon , onde tem um grande prazer de fazer parte da equipe.

 

Cristal Hair Leblon

 

Endereço: Rua Almirante Guilhem, 255 – Leblon, Rio de Janeiro – RJ, 22440-000

Telefone:(21) 2512-4342

 

terça-feira

12

agosto 2014

0

COMMENTS

Cachos com a Carla Biriba

Written by , Posted in DESATANDO OS NÓS, ENTREVISTAS!, PRODUTOS

na casa da carla

na casa da carla

Nós fomos até o atêlier/casa da Carla Biriba e ficamos encantadas com tudo – com Zack e Molly – dois cachorros fofíssimos!, com as bicicletas fixas penduradas na parede, com o marido da Carla o Ciro Luporini que está estudando pra ser barbeiro, com a penteadeira e todos os produtos em cima, com o prédio, com a vizinhança, enfim…  Como já falamos, ficamos encantada com tudo! Mas como estamos aqui pra falar sobre cabelo, vamos voltar pro assunto, até porque também ficamos encantadas com as dicas e produtos que a Carla indicou.  Ela é uma maquiadora e hairstylist nível top top top, super cool, vocês precisam entrar no site dela (é só clicar aqui) pra terem noção do que estamos falando. Ela é uma artista gente, fora isso tudo, ela é dona de cachos maravilhosos e usa franja. Corremos atrás e conseguimos: uma cacheada expert no assunto, por ser cacheada e por ser uma “hairprofessional”. Então gente, o vídeo tá logo aqui embaixo, e logo em seguida tem os produtos e claro fotos dos cachos. Aproveitem!!!

Ah! Sua especialidade em corte é cabelo masculino, coisa rara por aqui, então meninos que moram no Rio, essa dica é pra vocês – CORRAM!!!

Os Produtos:

produtos carla biriba

 

Agora a dona dos cachos!

carla biriba 1 1240334_10201052597851859_1631116082_n 429600_2913335587212_1821158550_n