HAIRDRAMA

Pâmela Coto Archive

terça-feira

20

janeiro 2015

2

COMMENTS

Precisamos ter coragem pra mudar. Post escrito por Pâmela Côto.

Written by , Posted in Convidados, LOOKS

foto 1

A queridíssima Pamela Côto, nossa amiga atriz e seguidora do nosso hairdrama, escreveu esse post pra gente, contando um pouco da sua dificuldade em mudar os cabelos.

Cabelo é um troço engraçado: O que é fácil pra umas, é difícil para outras. Não tem regra.  E como sabemos que ele é um elemento transformador para a mulher, tem que se sentir segura mesmo para arriscar uma mudança.

Aqui vai o relato dela:

 POR PÂMELA CÔTO

Como fã do Hairdrama e medrosa que sou para mudar os cabelos, a ida ao salão é sempre um grande evento pra mim. Resolvi, então, registrar um pouco do meu momento volta ao loiro e adeus aos longos.

Eu cultivei madeixas longas quase a vida inteira. Consigo contar em meia mão a quantidade de cortes significativos que eu considerei uma radicalização: Por duas vezes, só duas vezes! Numa cortei os cabelos na altura dos ombros,  e na outra um pouco mais a cima. A primeira vez a contra-gosto e cheia de picotes, pra um trabalho fotográfico. A segunda há 3 anos, com um long bob por desejo mesmo.

Esse ano foi a vez de escurecer os cabelos. Precisei deixá-los castanhos escuros pra uma série e adorei o pretexto e o resultado. Mas como foi feito uso de tonalizante e não tinta, depois de alguns meses o cabelo começou a ficar com uma cor de burro-quando-foge, e depois a se aproximar da cor do meu cabelo natural, um loiro escuro que eu confesso achar bem sem sal. Já faz tanto tempo que eu faço mechas mais claras, e amo, que até a minha mãe disse que essa não era o cor do meu cabelo – “não,  é  muito mais claro!” Ou ela ficou com a memória da minha loirice de infãncia dourada das férias na Região dos Lagos, ou as mechas que a Karla faz (a minha fiel hair stylist) realmente me deixam com cara de que eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim!

Seja como for, é por isso que eu digo que resolvi “voltar ao loiro”. Ao loiro que eu já tive um dia naturalmente e ao loiro que me deixa fazer as pazes com o espelho que cisma em não me reconhecer diferente. Ah! E junto com isso, o terceiro corte da vida, que me fez refletir por meses. Dessa vez o espelho, que conversa muito comigo, exigiu mudanças. Disse que aquele longo já tinha dado. Que alguma coisa em mim mudou e o meu cabelo precisava acompanhar a mudança. Demorei mas topei. E agora, adorando a mudança, não paro de mexer no cabelo e mostrar pra ele, o espelho. Espelho, espelho meu… e agora, já me reconhece, pô?!

Agradecimentos especiais à Karla Guerra, do Salão Belíssima Beauty no Leblon.

pickerimage

Cabelo médio/cabelo longo loiríssimo

pickerimage(1)

Castanho para “Milagres de Jesus” na Record/Mais claro para a série “Meus dias de rock”

pickerimage(2)

Novo corte

-